Um é pouco, dois é bom, seis é demais! Mãe engravida de trigêmeos duas vezes seguidas

Um é pouco, dois é bom, seis é demais! Mãe engravida de trigêmeos duas vezes seguidas

O casal norte-americano Courtney e Philip tinham um grande sonho juntos: serem pais. O problema é que a idade avançada, somada a inúmeras tentativas frustradas impediam esse desejo de se realizar. Depois de tanto insistir em vão, Courtney optou pelo método de fertilização implantando dois embriões em sua barriga. Tudo ocorreu bem e um dos embriões se dividiu, resultando em trigêmeos em setembro de 2009: Jack, Oliver e Ellie.

Porém, após sete anos do ocorrido, Courtney, que tinha ovários policísticos, decidiu recorrer à fertilização mais uma vez. Foi então que a grande surpresa surgiu, quando o ultrassom apresentou que ela não só seria mãe mais uma vez, mas que seriam três bebês, novamente!

Só para ter uma ideia da raridade do evento, apenas uma em cada 9 mil gestações resulta em trigêmeos. Se considerarmos uma ocorrência repetide em um mesmo casal, daria uma em 81 mil gestações.

Vale lembrar que a chance de um embrião se dividir cresce com tratamentos de fertilização. Quando isso ocorre, a tendência é que nasçam gêmeos idênticos. Mas, no caso do casal, a segunda gestação ocorreu diferente: o embrião se dividiu, mas as trigêmeas não são idênticas, o que significa que ao mesmo tempo em que fazia o tratamento de fertilização, ela engravidou naturalmente.

Assim, um dos embriões se dividiu, e a mãe ficou com gêmeos idênticos, somado a uma irmã. Ou seja, os segundos trigêmeos ocorreram por causa da fertilização artificial e uma fertilização nos métodos convencionais. Tudo isso em uma gravidez só.

Se fosse estes pais, já apostaria na loteria. Porque a sorte que eles têm, é grande. Só espero que a renda deles acompanhe os gastos, que serão potencialmente consideráveis para cuidar de seis pequenos!

Mãe engravida de trigêmeos duas vezes seguidas.

Artigos Recomendados